sexta-feira, 22 de abril de 2016

CORDEL - A IMPORTÂNCIA DA LEITURA NA INFÂNCIA



A IMPORTÂNCIA DA LEITURA NA INFÂNCIA
 QUEIMADAS PB, JANEIRO/2016

Toda criança estudiosa
Vai aprender desde cedo
Que para ser inteligente
Não há nenhum segredo.
Basta apenas gostar de ler,
Da leitura perder o medo.

Porque ler é interessante,
Além de muito divertido.
Cada livro é uma viagem,
Um caminho não percorrido,
Levando o pequeno leitor
A um mundo desconhecido.

Saber ler não é somente
Deixar de ser analfabeto.
É algo que vai muito além
E faz alguém mais esperto.
Enxergando nos detalhes,
Do errado ao mais certo.

Quão enorme é a sensação
Quando pela primeira vez,
Uma criança lê o seu nome
Que no caderno mesmo fez.
Compreendendo as palavras,
Pouco a pouco, a cada mês.

A leitura revela horizontes
Que só o livro pode mostrar,
Nela envolve sentimentos,
Alguns difíceis de explicar.
O conhecimento nos liberta,
É algo que vem do pensar.

Quanto mais alguém lê
Ganha em conhecimento,
Ficando bem esclarecido,
Acima do entendimento.
Podendo gerar opiniões
Seguro nos argumentos.

Qualquer tipo de leitura
Será sempre bem-vinda.
A exemplo dos quadrinhos,
Para quem não sabe ainda,
Eram os gibis nas antigas,
Numa época tão linda.

Em um passado recente
De alguns anos atrás,
A leitura era mais fluente
E as crianças liam mais,
Pois não havia internet
E essas redes sociais.

Jogos de computador,
Alguns até violentos,
Não ajudam em nada
Crianças em crescimento,
Podendo piorar, inclusive,
O seu desenvolvimento.

Muita coisa atualmente
Vem afastando as crianças
Da companhia dos livros,
Que vão perdendo importância,
Onde somente brinquedo caro
Forma agora uma infância.

Não se trata de privar
Da criança a brincadeira,
Menores têm que brincar,
É uma questão verdadeira.
Mas também deve constar
Livros em sua prateleira.

O estímulo pela leitura,
Pelos livros e tudo mais
É cultivado ainda cedo,
Tarefa que há muito se faz,
Antes mesmo do professor;
É uma iniciativa dos pais.

Dos pais vem o incentivo
Desde os primeiros anos,
Quando aos filhos ensina
A não cometerem enganos,
Colocando-lhes a leitura
Sempre em primeiro plano.

A leitura que os ensina
Também traz informação,
Aumenta sua autoestima
Traçando uma direção,
Formando o senso crítico
Do pequeno cidadão.

Além disso, é uma distração,
E pra quem insiste em dizer
Que a leitura é algo chato,
Que não há futuro em ler,
É bom mudar essa história,
Fazendo a mente crescer.

Alguns autores nacionais,
Faz-se importante lembrar,
Escritores extraordinários
Que puderam colaborar
Com a literatura infantil,
Do clássico ao popular.

No topo dessa relação
Podemos citar um astro,
Um escritor paulistano,
Criativo e original, de fato.
Criou a Emília e o Visconde;
O ilustre Monteiro Lobato.

Foi ele o grande idealizador
Do Sítio do Pica Pau Amarelo,
Uma linda fazenda encantada,
Conservada com muito esmero,
Onde a goiabada é de banana
E a bananada é de marmelo.

Cecília Meireles, Ruth Rocha,
Escreveram coisas bonitas,
Também Ana Maria Machado
E sua Menina do Laço de Fita,
Histórias que fazem parte
De uma infância tão rica.

José Mauro de Vasconcelos
Tem um livro que ensina
Os valores e os princípios
Que essa vida determina.
Quem por acaso nunca leu
O Meu Pé de Laranja Lima?

Outros escritores brasileiros
Dedicados aos quadrinhos,
E que marcaram gerações
São lembrados com carinho,
Maurício de Souza, Ziraldo
E o seu Menino Maluquinho.

Nacionais ou estrangeiros,
Há muita coisa realmente,
Livros clássicos e histórias
Que permeiam tantas mentes,
É assim O Pequeno Príncipe
E seu enredo inteligente.

As Aventuras de Harry Potter
Renderam filmes e muita fama,
Alice no País das Maravilhas,
A Ilha do Tesouro, tão bacana.
Tem a Chapeuzinho Amarelo
E até O Diário de Um Banana.

Mas são os contos infantis
Que persistem na lembrança,
E que ficam para sempre
Na memória das crianças.
Conto de fadas como Rapunzel
E as suas enormes tranças.

Branca de Neve, Cinderela
E seu sapatinho de cristal,
A Bela adormecida, Pinóquio,
Os 3 Porquinhos, o Lobo Mau...
E outros contos seculares
Da literatura universal.

Sem dúvida, a leitura
É uma aposta muito boa,
Não deve ser encarada
Como uma coisa à toa.
Quando é levada a sério
Jamais alguém enjoa.

Na escola o estudante
Aprende essa realidade,
Pois é onde ele forma
A sua personalidade.
Regras que fazem parte
De toda sociedade.

Uma salinha de aula
É como um segundo lar,
Um ambiente sagrado
Para a criança estudar,
Onde ela vai entender
Que ler é só começar.

Portanto, ler faz parte,
É algo bem aconselhável.
Acompanha-nos pela vida
De maneira inseparável.
Tão necessário quanto rir,
A leitura é indispensável.

Ler só faz bem a todos,
Desenvolve a sabedoria,
Quem vive da Educação
Sabe disto com maestria,
Que a leitura faz parte
De qualquer dia-a-dia.

Quem lê escreve bem,
Isso é fato comprovado.
A leitura abre a mente
Do aluno disciplinado,
Capaz de criar redações
Sobre qualquer tema dado.

Além do mais, a leitura
Enriquece o vocabulário,
As palavras fluem mais
Tornando-se desnecessário
Ficar a todo o momento
Consultando o dicionário.

Mas não é somente ler,
Tem que saber imaginar,
Fazer parte da história,
Com a personagem viajar.
O mundo do faz de conta
É pra quem sabe sonhar.

Na leitura a criança viaja
Através da imaginação,
Avista novos horizontes,
Não enxergando restrição.
Transformando-se assim
Num formador de opinião. 

Encarando já esse desafio
De ser um disposto leitor,
Cobrirá de orgulho os pais, 
Os amigos e o professor,
Buscando em sua existência 
Ser um grande vencedor.

Instruir-se é o futuro,
Não tem outra saída,
O ideal do bom aluno,
Disso ninguém duvida,
É preparar-se na escola
Para enfrentar a vida.




Um comentário: