sexta-feira, 9 de setembro de 2016

DISCURSO POLÍTICO/POÉTICO - FALANDO PELO GRUPO - II

Adaptando um discurso para uma amiga quando ela ainda era pré-candidata em Campina Grande...

DISCURSO POÉTICO

    Trago em mãos um apontamento
    Como podem perceber,
    É que o meu pensamento
    Falha sempre ao anoitecer.
    E o que eu menos quero agora
    É dar um branco nessa hora,
    “Travar” tudo e esquecer.

Boa noite, minha gente
É um prazer estar aqui!
Saúdo a todos os presentes
E aos que não puderam vir.
Os que não compareceram
Por certo, não esqueceram;
Talvez não deu pra cumprir.

Através destes versos
Vim trazer o meu recado,
Uma mensagem poética
Para o eleitor interessado
Em ver nosso lugar crescer,
Portanto, o que vou dizer
É bom ficar registrado.

Não tenho telhado de vidro
Saio na chuva é pra me molhar,
Quem tiver um par de ouvidos
Tape agora, se não quiser escutar.
Eu já não consigo calar a voz
Tenho que expressar o que sinto,
Pra “infelicidade” de todos nós
Infelizmente eu não minto!

As promessas de uma campanha
São palavras que não voltam atrás,
A cada eleição o cidadão “apanha”
E promete não votar nunca mais.
Diante de tantas mentiras e abusos
O eleitor consciente se diz confuso,
Naturalmente, já não sabe o que faz.

Campina Grande está no roteiro
De alguns lugares atingidos,
Não pela falta de dinheiro
Mas pelo trabalho não cumprido.
Não há, em trâmite, nesse instante,
Nenhum projeto tão relevante,
Qualquer compromisso assumido.

Já está mais do que na hora
De alguém parar para pensar,
Que a cidade necessita agora
É de mais gente pra trabalhar.
Mesmo sabendo que embora,
Por todo este município afora,
Muitos se neguem a enxergar.

No papel de pré-candidatos
Temos que ser mais conscientes,
Pois o que importa, de fato,
Preste atenção minha gente:
Iremos eleger nesse pleito
Nossos Vereadores e Prefeito
Pra Campina seguir em frente.

Há outro fato também
Onde faço uma reflexão,
E desse não excluo ninguém
Quando se trata de eleição.
Vejo eleitores e candidatos
Brigando por um mandato,
Fazendo a maior confusão.

Uma coisa eu lhes digo
Com certeza absoluta:
Eu não perco um amigo
Por causa de uma disputa.
Campanhas são passageiras,
Amigo é pra vida inteira,
Quem quiser que discuta.

Essa peleja se estende
Entre candidatos e eleitores,
O que alguns só entendem
É a busca por valores.
Gente sem qualquer ideal
Que visa apenas o “Real”
Na opção pelas cores.

Se um amigo é vermelho
Respeite quem for amarelo,
Não vou insultar um parceiro
Porque sua cor não tolero.
Minha escolha, o que penso
É fruto do meu bom senso,
Brigar é o que menos quero.

Vamos somar todas as forças
E olhar numa só direção,
A vitória de nossos candidatos
Será a nossa maior redenção.
Nosso grupo é forte o bastante,
Ainda mais forte do que antes,
Garantindo-nos essa eleição.

Lembrando que não sou poeta
Apenas, um escritor de Cordel,
Minha ingenuidade é completa
Para ser levada ao papel.
Porém, tenho plena convicção
De que nesta próxima eleição
Vamos eleger a amiga Raquel!!

E somente para finalizar
Agradeço pela oportunidade,
De poder recitar meus versos,
Aqui, em plena universidade.
O mês de outubro se aproxima,
Vamos pra rua, vamos pra cima
Pra Campina crescer de verdade.

                                 
                                                          Paulo Seixas, 06/06/2016

Um comentário:

  1. Algo bem diferente na política, muito bom.

    ResponderExcluir